Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Em Brasília Sargento Jenilson tenta reverter o Edital de concessão da BR153

Em Brasília Sargento Jenilson tenta reverter o Edital de concessão da BR153

por Ascom publicado 05/09/2019 13h32, última modificação 05/09/2019 13h32
O vereador está no Distrito Federal desde esta quarta-feira, 04, quando foi recebido pelo senador Eduardo Gomes e também pelos deputados federais do Tocantins.

Por Lucas Carvalho-Assessor de imprensa do ver. Sargento Jenilson

O dia foi de muito trabalho em Brasília para o parlamentar. Sargento Jenilson (PRTB) está tentando reverter o Projeto de Exploração de Rodovias da BR-153 GO/TO que prevê inicialmente investimento de alto montante somente após o 16° ano da concessão que totalizarão 30 anos. Ou seja, começarão a pagar pedágio em 2021 e os investimentos estruturais chegarão somente a partir de 2035.

A concessão da rodovia no Tocantins compreende a BR-153/414/080/TO/GO, no trecho da BR-153/TO/GO de 624,1 km, entre o entroncamento com a TO-070 (Aliança do Tocantins) até o entroncamento com a BR-060 (Anápolis).

E Gurupi mesmo sendo a maior cidade desse trecho dos 850km da concessão para as três décadas, receberá como contrapartida das cobranças de pedágio um (ISS) que não passará de 1 milhão anual. Para o Sargento Jenilson “muito pouco para tantos ônus que terminam desembocando em nossa cidade”. E ressaltou que durante a audiência pública realizada em Gurupi “ficou claro o descontentamento da sociedade organizada com essa proposta do plano de obras considerada imoral para a população”.

“Estou em Brasília conversando com cada um dos 11 parlamentares para alertá-los sobre esses possíveis prejuízos que cairá na conta dos tocantinenses e principalmente dos usuários da BR153 que vão pagar inicialmente R$ 0,11 por todos os km dos nove trechos da concessão”, explicou Sargento Jenilson.